Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > DVD Filmes > O Ditador

O Ditador

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: DVD Filmes
Comentários: 1
O Ditador

Ele já apareceu como um rei do rap branco, repórter , um modelo gay exótico na Áustria, aparentemente não tinha faltado nada mais para Sacha Baron Cohen atuar. Imagine um comandante do Oriente Médio que não suporta o sistema democrata e pensará em fazer qualquer coisa para assegurar que ela nunca entre no pais que ele governa e que castiga com muito amor? Sem sal , ofende, estupidamente preconceituoso e muito confuso! E essa fórmula mágica que o filme evolui .Em O Ditador, Sacha faz um papel de um comandante Geral Aladeen, o soberano do país africano” República da Wadiya”. Ele está criando e testando novas armas de poder nuclear e não deixa nenhum americano entrar no pais.

A ONU fala em intervenção militar, a não ser que Aladeen vá para os Estados Unidos e se assista a Reunião Geral na sede da ONU em Nova York. Logo depois que pisa nos Estados Unidos, Aladeen é raptado e tem sua segurança física questionada por tortura. Como isso termina não fazendo efeito no ditador, o sequestrador (Reilly, Boogie Nights) depila a sua gigante barba. Aladeen termina fugindo, porém ninguém o identifica com o rosto liso e todos acham que ele não passa de um maluco qualquer. É tudo se origina de uma complô organizado pelo tio dele Tamir (Kingsley, de Gandhi), que deseja ficar no lugar do sobrinho para poder levar a democracia a Waidiya e também vender todo o petróleo do pais.

O Ditador é um a produção extremamente hilária, salvo algumas anedotas que são um tanto longas e chatas. Cohen é um ator fabuloso que sabe muito bem como criar um personagem a partir do nada e deixa-lo muito engraçado. Ele mostra Aladeen como um trouxa, preconceituoso, viciado em sexo e absolutamente uma má companhia.

Como era de se esperar, há diversas situações que lembram Osama bin Laden. É um filme completamente irônico,vivo,inteligente mas também pode ser que muitas pessoas se ofendam com a visão de Oriente Médio que é passada no filme.O diretor do filme na verdade,não deseja mostrar outro Oriente Médio diferente daquele que estamos acostumados a ver nos jornais ou até mesmo aquele Oriente Médio da nossa imaginação.

Gabriela Torres

Título: O Ditador

Autor: Gabriela Torres (todos os textos)

Visitas: 0

603 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    13-09-2012 às 11:48:02

    o Ditador é daqueles filmes que não vemos só para entreter e rir com Ali G. não tem qualquer lição de vida intrínseca no filme, pelo contrário, pois no final ele continua a fazer as mesmas coisas que fazia ao início (mandar matar as pessoas e obrigar as restantes a um governo ditatorial). a mulher por quem se apaixona ajuda ao elenco para criar cenas engraçadas. Aladeen é uma personagem a não esquecer, tão singular.

    ¬ Responder

Comentários - O Ditador

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Informática
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?\"Rua
Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Bom, Não é de hoje que tecnologia vem surpreendendo a todos nós com grandes revoluções e os custos que diminuem cada vez mais.
Hoje em dia é comum ver crianças com smarthphones com tecnologia que a 10 anos atrás nem o celular mais moderno e caro do mercado tinha.
Com isso surgiram sugiram vários profetas da tecnologia e visionários, tentando prever qual será o próximo passo.

E os filmes retratam bem esse tema e usam essa formula que atrai a curiosidade das pessoas.
Exemplos:

Minority report - A nova lei de 2002 (Imagem)

Transcendence de 2014

Em Transcendence um tema mais conspiratório, onde um ser humano transcende a uma consciência artificial e assim se torna imortal e com infinita capacidade de aprendizagem.
Vale a pena ver tanto um quanto o outro filme. Algumas tecnologias de Minority Report, como utilizar computadores com as mãos (caso do kinect do Xbox 360 e One) e carros dirigidos automaticamente, já parecem bem mais próximo do que as tecnologias vistas em Transcendence, pois o foco principal do mesmo ainda é um tema que a humanidade engatinha, que é o cérebro humano, a máquina mais complexa conhecida até o momento.

Eu particularmente, acredito que em alguns anos teremos realmente, carros pilotados automaticamente, devido ao investimento de gigantes como o Google e o Baidu nessa tecnologia.

Também acho que o inicio da colonização de Marte, vai trazer grandes conquistas para humanidade, porém grandes desafios, desafios esses que vão nos obrigar a evoluir rapidamente nossa tecnologia e nossa forma de encarar a exploração espacial, não como um gasto, mas sim como um investimento necessário a toda humanidade e a perpetuação da sua existência.

A única salvação verdadeira para humanidade e para o planeta terra, é que seja possível o ser humano habitar outros planetas, seja localizando planetas parecidos com a terra ou mudando planetas sem condições para a vida em planetas habitáveis e isso só será possível com gente morando nesses planetas, como será o caso do Marte. O ser humano com a sua engenhosidade, aprendeu a mudar o ambiente a sua volta e assim deixou de ser nômade e da mesma forma teremos que aprender a mudar os mundos, sistemas, galáxias e o universo a nossa volta.

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto.
Obrigado à todos!
Até a Próxima!


Pesquisar mais textos:

Érico da Silva Kaercher

Título:Futuro da Tecnologia, Qual o Limite?

Autor:Érico da Kaercher(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios