Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Biografias > Oliver Stone

Oliver Stone

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Biografias
Comentários: 4
Oliver Stone

Oliver Stone aprendeu bem cedo o significado das palavras: droga e guerra.

Muitos dos seus filmes foram influenciados pelas suas experiencias de juventude e o mais recente filme "Selvagens" que estreia em Portugal a 6 de setembro. É um filme de ação com jovens americanos que vendem marijuana no sul dos Estados Unidos .

Oliver Stone garante que nunca traficou droga mas, enfim, gostava, "Fumei erva. Gosto de alcool. Acredito no LSD., na mescalina e nos cogumelos. A Californa produz a melhor marijuana do mundo. Gostava de entrar no negócio, mas receio ter problemas com a policia.", contou ao site Hollywood Reporter. E nós acreditamos, pois Stone foi várias vezes preso por posse de marijuana, sendo a primeira vez aos 21 anos, na fronteira mexicana, precisamente onde se passa a ação de "Selvagens".

O realizador teve uma infancia de luxo pois provém de uma familia rica, mas ninguém diria, se o vissem a bordo de um navio mercante, que tinha apanhado em Saigão, no Vietname, para pagar a passagem teve que esfregar o convés, descascar batatas e lavar retretes.

Olivier William Stone nasceu a 15 de setembro de 1946, em Nova York, nos Estados Unidos. Era filho unico de Louis Stone e Jacqueline Goddet. O pai, um judeu que mudou o apelido de Silverstein para stone, trabalhava como corretor na bolsa, em Wall Street, e a mãe era uma catolica francesa.

Oliver Stone estudou nos melhores colegios privados e devido as suas origens maternas, ainda hoje fala fluentemente frances.

Teve uma educação muito conservadora que o marcou de forma negativa, especialmente depois de os pais se divorciarem e descobrir aos 15 anos que o pai estava cheio de dividas e não aplicava os principios que lhe ensinava. Oliver conta ainda que o seu pai tinha amantes, algumas amigas da sua mãe e outras mulheres dos seus melhores amigos.

Para Oliver foi um choque saber que toda a vida de previlégios era artificial. A sua vivencia pessoal serviu de inspiração para o argumento de "Wall Street", que realizou em 1987.

A desilusão e o conflito com o pai fizeram-no alistar-se como voluntário para combater na guerra do Vietname, e provar á familia que era um homem. Fez a recruta e foi incorporado no primeiro batalhão de cavalaria. Em 1967 foi enviado para a guerra, junto à fronteira da Camboja, um dos locais mais violentos do conflito. Pedia aos colegas para o tratarem por soldado Bill Stone, pois achava que o nome Oliver era muito efeminado. Mais tarde, Ferido com estilhaços de bombas no pescoço e nas pernas, foi condecorado com a estrela de bronze por valentia.

Regressou aos Estados Unidos e decidiu inscrever-se no curso de cinema da Universidade de Nova York, onde teve aulas com Martin Scorsese.

Entre 1976 e 1978 escreveu as histórias que tinham marcado a sua juventude e que estiveram na origem dos filmes que realizou na década seguinte: "Platoon - os bravos do pelotão" e "Nascido a 4 de julho".

Agora, compreendemos como o passado do cineasta marcou muitos dos seus filmes.


Cristina Queiros

Título: Oliver Stone

Autor: Cristina Queiros (todos os textos)

Visitas: 0

617 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • Briana AlvesBriana

    12-09-2014 às 11:33:42

    Que lição de vida o Oliver Stone nos traz! É de grande tristeza saber dos relatos de uma família que vivia de aparências e não eram felizes. Como seus filmes eram tão íntimos dele. Muito bom!

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    24-04-2014 às 21:38:56

    É interessante descobrir como acontece as inspirações para um filme. Não conhecia a história de vida de Oliver Stone e fiquei surpreendida. Muito bem detalhado esse texto.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoDaniela Vicente

    13-09-2012 às 15:53:54

    eu não conhecia Oliver Stone senão pelo nome. não conhecia o seu trabalho até ao dia 5 de de setembro, dia em fui ver a ante-estreia do filme "selvagens" e adorei. é um filme com uma grande história, com grandes actores e com um grande realizador. desconhecia o seu passado com as drogas. não fazia ideia, mas faz parte de um individuo passar por alguns processos que nem sempre fazem sentido para um público comum.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoInes Goncalves

    06-09-2012 às 17:37:25

    Eu até gostei de alguns filmes desse Oliver stone..
    Mas não gosto do ator, é mais um drogado que influencia a juventude que temos hoje em dia, so drogados.
    Ainda dissem que o futuro são eles.. que vergonha

    ¬ Responder

Comentários - Oliver Stone

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Contador de moedas

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Material Escritório
Contador de moedas\"Rua
O mundo dos negócios exige um grande dispêndio de energia e muitas horas de trabalho. No entanto hoje já é possível fazer recurso da alta tecnologia para poupar tempo e dinheiro. O recurso às funções do computador para o comércio facilita e atrai muitos clientes para empresas e comerciantes. No que diz respeito a contas é possível fazer uma contagem rápida e eficaz do dinheiro, sem passar horas a contar e com o risco de engano. É por isso que cada vez mais pessoas ligadas a negócios e serviços optam por adquirir um contador de moedas. Deste modo sabem que poupam tempo e não falham na sua contagem.

Dos inúmeros equipamentos que a alta tecnologia põe ao dispor, este é sem dúvida um equipamento que beneficia em muito o trabalho de muita gente. Por ser pequeno é muito cómodo e exige pouco espaço, ou melhor pode ser colocado em qualquer lugar.

Torna-se evidente que as novas tecnologias vieram para simplificar a vida e trazem muitas vantagens, rentabilizam e poupam tempo. No caso do contador de moedas, sem enganos, falhas e complicações. É o ideal para ter num escritório de uma empresa, em escolas, cafés, pastelarias, salões de jogos, bancos, cinema, serviços financeiros e de tesouraria e outros ligados a serviços públicos e privados.

Em resumo, se está ligado a qualquer trabalho de comércio ou serviços pode poupar muto tempo e problemas apenas colocando um equipamento destes no seu espaço de trabalho. As suas vantagens são inúmeras, em especial: permite realizar uma contagem rápida das moedas dividindo-as e fazendo a sua soma, conta o total das moedas, o valor total em cada tipo de moedas e a quantidade de todas as moedas.

Contem e separa no mínimo duzentas e vinte moedas por minuto, sem erro, conta e separa tudo no mesmo equipamento, permite alimentar o aparelho com quantidades entre as trezentas e quinhentas moedas de cada vez e continuar a adicionar mais moedas enquanto está a contar. Além disso o aparelho pode ser programado para separar um número de moedas predeterminado.

O seu design é bastante inovador e resistente. Os materiais de elevada qualidade, de fácil ligação e paragem automática.

Possui uma elevada funcionalidade, baixo consumo (70W), pouco peso, aproximadamente quatro kg, velocidade ultra rápida, pequena dimensão e estão todos certificados pela EU. Deste modo também possuem garantia, são fáceis de usar e de arrumar.

As suas funções práticas permitem que o contador de moedas possa estar em qualquer lugar.

Pesquisar mais textos:

Teresa Maria Batista Gil

Título:Contador de moedas

Autor:Teresa Maria Gil(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios