Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Biografias > José Saramago, o português desterrado

José Saramago, o português desterrado

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Biografias
Visitas: 6
José Saramago, o português desterrado

É como escritor que vamos conhecer José Saramago, uma figura imponente na história da leitura portuguesa, e por causa disso, foi quase expulso de Portugal. De facto somos um país deveras interessante: expulsamos um prémio nobel português só porque somos demasiado conservadores, ou fingimos que somos. Esses falsos moralistas dão cabo de mim, literalmente. Nasce uma revolta, que nem posso com ele.

O primeiro livro deste espetacular escritor, que eu adoro, foi publicado quando tinha apenas vinte e cinco anos, em 1947, intitulado a Terra do Pecado (quem dera a muitos). Para o escritor, este romance não passou do resultado de um conjunto de leituras mal realizadas, embora Saramago afirme que muitos tenham apreciado. Todavia, a sua verdadeira formação começou após a publicação deste livro, dedicando-se à leitura de obras de autores, como Camões, Eça de Queirós e Raul Brandão, outros três escritores também muito especiais. Até podemos dizer que Saramago é o Camões de outros tempos, pois também este foi desterrado. Tão irónico!

Relativamente aos prémios que recebeu, José Saramago afirma «Não é importante. (…) Eu atrevi-me algumas vezes a dizer que o Prémio Nobel é uma invenção diabólica; e a verdade é que não me custa nada repeti-lo. (…) Não estou a dizer com isto que o Prémio Nobel ou o Prémio Camões não me interessam nada».

Sendo Saramago comunista podíamos pensar que ele usou a sua escrita com o fim de exaltar os ideais da sua ideologia, porém essa nunca foi a sua ideia «No que me toca a mim, não estou consciente de alguma vez ter decidido colocar os meus talentos, os meus dotes ou o meu jeito, como alguma coisa que vou usar por que sou comunista (…)». José Saramago usou sim a sua escrita para a História, usando as versões de certezas questionáveis para reinventá-las nos seus romances de ficção «Evidentemente que aquilo que nos chega não são verdades absolutas, são versões de acontecimentos (…) O que nos estão a dar, repito, é uma versão.»

E eu, mais uma vez, estou do lado de Saramago, pois são nos conta meias verdades, desculpando-se com meias mentiras. Que sentido isto faz?


Daniela Vicente

Título: José Saramago, o português desterrado

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 6

631 

Comentários - José Saramago, o português desterrado

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Smartphone inovador

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Máquinas
Smartphone inovador\"Rua
O novo Xperia S é um novo smartphone que é produzido pela sony, que foi pensado para a reprodução multimédia de alta resolução, atenuando deste modo as diferenças entre um telefone e uma consola de jogos portátil.

Este inovador softwere é capaz de apresentar vídeos de alta definição, a 1080p.

Contêm uma cãmara integrada de 12 MP, sendo capaz de capturar imagens em full HD. O processamento de imagem é feito por um motor de nome Bravia, que é uma tecnologia a pensar na reprodução de imagem e de áudio.

O hardwere e softwarwe deste smartpfhone foi optimizado para ser compatível com o playstachon Suite, que se trata de uma plataforma de videojogos , onde podem ser descarregados e jogados no telemóvel vários títulos previamente lançados na playstation.

O seu ecrâ é quase todo em vidro, separado apenas do revestimento no fundo por uma faixa transparente.

Esta faixa funciona como uma antena do dispositivo, bem como a área visívil para os principais botões, no fundo.

O seu formato é ligeiramente curvo e com uma espessura de apenas um centímetro, o qiue lhe dá um ar muito elegante e leve.

A energia que alimenta o dispositivo é fornecida por uma pequena bateria, que dura para 420 horas em standby, horas para música e outras para vídeo.

De salientar que a Sony Ericsson sempre foi muito forte na qualidade da fotografia, e o destaque deste aparelho vai para o seu sensor Exmor R, que é retroiluminado com circuitos integrados, permitindo tirar fotos com pouco ruído , em situações de fraca luz.

Além de todos os pormenores inovadores, o sensor recebe a luz de trás por um substrato de sílica, garantindo mais eficácia .

Por outro lado, o xperia S, é ainda compatível com várias plataformas de comunicação, tal como a near-fild comunication.

O ecrã é sem dúvida alguma o mais elevado do mercado atual, apresentando milhões de cores.

As características invadoras ddeste smartphone, são: o modelo, aplaystachion, o ecrâ de alta definição, o processador, o software e as suas ligações

No que concerne às ligações, inclui uma superabundância delas, incluindo uma porta HDMI2 para ligar o dispositivo diretamente a um monitor para reproduzir vídeos, audio e imagem.

O lançamento deste sistema da sony, foi lançado só recentemente em Las Vegas, EUA, em Janeiro de 2012, no convention Center.

Para os fâs das novas tecnologias o smartphone Xperia S, é com efeito, uma óptima aquisição, para as férias de verão.

Pesquisar mais textos:

Pedro gil Ferreira

Título:Smartphone inovador

Autor:Pedro gil Ferreira(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios