Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Biografias > Allan Kardec

Allan Kardec

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Biografias
Allan Kardec

Allan Kardec foi o expoente máximo e fundador do espiritismo, ou doutrina dos espíritos. Nasceu em Lyon, na França, em 3 de outubro de 1804, e faleceu em 31 de março de 1869, na França.

Nascido em família francesa católica e rica, sempre se mostrou com vocação para a ciência e para a filosofia. Estudou na Suíça, onde se formou em ciências e letras. Só voltou a França aos dezoito anos, quando terminou seus estudos. Lançou diversos livros sobre educação e ciências. Além disso, também era um estudioso do magnetismo, modalidade que se tornava cada vez mais comum na França da época.

Até quando ouviu falar dos fenômenos que ficaram conhecido como "mesas girantes". Experiências eram feitas em que se perguntavam as mesas coisas da vida, como quando iria se casar, ou se deveria fazer isso ou aquilo. As mesas "respondiam" com pancadas, por exemplo, uma pancada era "sim", e duas era "não". Logo que soube desses fenômenos, ele raciocinou que o magnetismo era capaz realmente de fazer coisas se moverem, mas dar inteligência a uma mesa era ridículo em sua opinião. Por esse motivo, manteve-se cético ao assunto por muito tempo, até que foi convidado por um amigo magnetizador a frequentar uma dessas sessões. Ele ficou chocado com o que viu, não podia acreditar, com sua razão, que o magnetismo poderia dar vida às mesas, que batiam e corriam para todos os lados, dando demonstrações de uma inteligência comandante. A maioria das pessoas da época viam nesses fenômenos um entretenimento, distração, viam apenas seu lado material; mas Kardec via além, pois cogitava estudar tanto o fenômeno em si, como a sua parte filosófica. Junto de outros amigos, que participavam também dessas sessões, para aplicar os feitos, mas quase totalmente só no planejamento, desenvolveu e melhorou diversas formas de comunicação, entre essas, ficou mais conhecido o uso de cestas com um lápis na borda para escrever, que era bem mais fácil de se obter bons resultados do que com as chamadas "mesas girantes", que por serem pesadas, não poderiam dar comunicações longas. Depois também desenvolveu métodos mediúnicos de comunicação, como a psicografia.

Foi assim que Kardec viu além dos demais, não cogitava mais no poder magnético sobre as mesas, pelas comunicações que obtinha, soube que elas vinham de inteligência humanas desencarnadas, que se comunicavam conosco. Numa dessas sessões, um espírito lhe falou de sua missão, da missão de codificar a doutrina dos espíritos e transmiti-la ao mundo. Foi assim que ele lançou O Livro dos Espíritos, O livro dos Médiuns, O Evangelho segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno e A Gênese.

Seu nome verdadeiro era Hippolyte Léon Denizard Rivail, sendo Allan Kardec apenas seu pseudônimo. Segundo os espíritos, em encarnação passada esse teria sido seu nome, quando ele era um druida da Gália. Foi necessário não usar seu nome verdadeiro, pois para não confundir suas obras doutrinárias com suas obras científicas e educacionais que a precederam.

Kardec, embora tenha prescindido da ajuda de diversas outras pessoas durante as comunicações, decodificou sozinho a doutrina dos espíritos, ficando por sua parte o que perguntar, publicar as obras, organizar o corpo doutrinário na França, ser o representante máximo da doutrina e autor da Revue Spirite, ou Revista Espírita, do francês.

Talvez muito poucos homens tivessem conseguido fazer o que ele fez, por isso ele era um homem especial. Dedicou sua vida ao espiritismo e sua publicação. Hoje ele não é adorado, pois não foi essa doutrina que ele pregou, apenas Deus é adorado, mas seu nome e suas obras ficarão para sempre na história da humanidade, como o início de uma grande mudança no nosso modo de pensar.


Diego César

Título: Allan Kardec

Autor: Diego César (todos os textos)

Visitas: 0

608 

Comentários - Allan Kardec

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O meu instrumento musical avariou!

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Instrumentos Musicais
O meu instrumento musical avariou!\"Rua
É inevitável que, mais cedo ou mais tarde, um instrumento musical precise de reparação.

Mesmo que conheçamos bem o nosso instrumento e o consigamos arranjar, na maioria das vezes é necessário um técnico para o fazer com a melhor das qualidades.

Eventualmente, nem será necessário existir um problema com o instrumento, poderá ser apenas uma questão de manutenção. 

No caso de uma guitarra, por exemplo, qualquer instrumentista é perfeitamente capaz de substituir uma corda partida e tirar da guitarra o mesmo som que ela tinha.

No entanto, existem reparações, seja uma amolgadela no tampo ou uma tarraxa arrancada, que convêm ser feitas por técnicos especializados.

Por norma, as próprias casas que vendem instrumentos musicais efectuam essas reparações ou são capazes de aconselhar técnicos para as fazer.

Mediante o instrumento musical em questão, a reparação ou manutenção poderá ser mais cara. É sempre mais fácil arranjar um técnico que repare um piano do que um que arranje oboés.

Apesar de ser normal cuidar do nosso instrumento musical regularmente, os percalços acontecem todos os dias. Para os contornar, há sempre alguém que nos poderá aconselhar melhor do que nós próprios.

Apesar de poder sair mais caro, temos também a certeza de que o nosso instrumento foi arranjado por especialistas no assunto.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:O meu instrumento musical avariou!

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • luiz fabiano 18-02-2012 às 15:48:28

    boa tarde amigos preciso de um cabo flex da lcd da camera g70 se aulguem tiver mande um email obrigado

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios