Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Suplementos para a pele

Suplementos para a pele

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Beleza
Visitas: 2
Comentários: 3
Suplementos para a pele

Os suplementos alimentares são uma boa alternativa para quem não ingere vitaminas e minerais que bastem para as necessidades do organismo.

Assim, as suas fórmulas contêm vitaminas e minerais, que atuam como antioxidantes, que anulam as moléculas perigosas, resultantes da esposição ao sol,e, por outro, estimulam o bronzeado, através da melanima.

Este é um pigmento, que é reponsável pelo tom bronzeado da pele, no verão.
Para usufruir em pleno, destes benefícios é necessário tomar os suplementos duas a três semanas antes de se apanhar sol em demasia.

Na verdade, os seus ingredientes são mágicos, em virtude da ação dos seus nutrientes.
A vitamina C,tem a função de melhorar a função da barreira da pele, sendo essencial para a síntese do colagénio.

A vitamina E, é um poderoso antioxidante, para proteção cutâneea.

A lutéina, aumenta a hidratação, elasticidade, e a atividade de fotoproteção da pele, minimizando, ao mesmo tempo, os danos causados pelos radicais livres, que previnem o aparecimento dos sinais de envelhecimento.

O licopeno é também um poderoso antioxidante, e protege a pele, da ação dos radicais livres. Pode ser encontrado no tomate, melancia etc.

O betacaroteno, quando é transformado em vitamina A, auxilia na formação de melanima, um pigmento responsãvel por proteger a pele dos raios UV e ,por estimular o bronzeado.
a L-tirosina é um aminoácido., que promove o aparecimento de um bronzeado uniforme, seguro e eficaz.

A pele pode também ser protegida através dos filtros solares, dos produtos tópicos, como os protetores, atuando como um complemento.

Estes, ajudam a preparar a pele para a exposição e, contribuem para evitar os malefícios dos raios UV, bloqueando-os.

Os suplementos alimentares podem ser tomados por toda a gente, excetuando crianças e grávidas, mas são particularmente indicados para pessoas com pele clara e muito sensível ao sol, ou com antecedentes de cancro cutãneo, que precisam de maior proteção.

São produtos, sem efeitos secundários, embora quem sofra de doença, deva consultar o médico, para aconselhamento.

No que diz respeito aos suplementos solares, ajudam a prevenir o envelhecimento e são a grande aposta das marcas de cosmética.

Os mais conhecidos e melhores são: o solgar, o oneobiol, o rilastil, o Pharmanord, o Omega Pristar e o Innéov. Todos eles podem ser encontrados em farmácias e celeiros de Dietética.


Teresa Maria Batista Gil

Título: Suplementos para a pele

Autor: Teresa Maria Gil (todos os textos)

Visitas: 2

656 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 3 )    recentes

  • Rafaela CoronelRafaela

    28-06-2014 às 21:56:35

    É excelente para a pele e os suplementos são totalmente naturais. Muito bom!

    ¬ Responder
  • Teresa Maria Batista GilTeresa Maria Batista Gil

    17-09-2012 às 16:15:06

    A nossa pele reflete o estado interior do organismo e a saúde do mesmo.Para manter uma pele bonita e cuidada é necessário por vezes tomar suplementos de vitaminas A, E e C e selénio.Estas são essenciais para manter a beleza e prevenir o envelhecimento e rugas.

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAdriana dos Santos da Silva

    13-09-2012 às 18:30:49

    Tenho comigo que os suplementos auxiliam bastante para uma pele saudável. Sem contar a vitalidade que eles proporcionam ao corpo, à mente e à saúde. Revigoram as forças, dão novo ânimo, geram mais metabolismo, enfim, há diversas vantagens em consumi-lo. Minha mãe a utiliza, aquele famoso ÔMEGA 3, nossa ele é excelente. Se você está se sentindo muito pra baixo, sem vitalidade e força para fazer nada, experimente. Ele é fantástico e dura 3 meses.

    ¬ Responder

Comentários - Suplementos para a pele

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Os descendentes de Eça

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Literatura
Os descendentes de Eça\"Rua
Recentemente, por via da comunicação social, soubemos da entrega do prémio Leya, a um trineto de Eça de Queirós. Julgo que bastou essa noticia, para que todos ficássemos curiosos sobre os seus descendentes…esse mistério, como o Mistério da Estrada de Sintra, começou a adensar-se entre quem se interessa por estas coisas da literatura e da genealogia…então aqui deixo algumas notas que poderão ser importantes para quiçá, um dia, um qualquer jornalista, ou editor, se lembre, de conseguir reunir todos os seus descendentes vivos e se tire uma fotografia de família.

José Maria Eça de Queirós, escritor pródigo da nossa nação, contraiu matrimónio em 1886, com Emília de Castro Pamplona Resende, condessa de Resende, deixando à data de sua morte, em Paris, quatro filhos como seus descendentes e herdeiros diretos; foram eles António Eça de Queirós, Maria Eça de Queirós, Alberto Eça de Queirós e José Maria Eça de Queirós; portanto três meninos e uma menina.
Através do site Geneall.net, foi possível perceber as linhas genealógicas que se seguiram aos seus filhos. No entanto, nem todos os nomes dos seus bisnetos e trinetos estão aí presentes, com certeza por motivos de ordem pessoal, de resguardo da privacidade, motivos que não podemos questionar. Porém, é possível, pelo menos determinar a existência desses membros da família queirosiana.

De antemão sabemos que não houve descendência por parte de dois dos seus filhos, António Eça de Queirós e de Alberto Eça de Queirós.
Maria Eça de Queirós teve dois filhos, uma menina e um menino, porém a menina morreu muito nova, ficando apenas o menino, de seu nome Manuel Pedro Benedito de Castro, que mais tarde casou com Maria da Graça Salema de Castro, a mulher que se tornou a primeira diretora da Fundação Eça de Queirós, na casa de Tormes, pertença da família da esposa de Eça de Queirós. Como Manuel Pedro Benedito de Castro não teve filhos, sabemos que por este ramo, terminou a descendência do escritor.

Convém, entretanto, acrescentar aqui uma curiosidade. Depois do regresso a Portugal da viúva de Eça, ela e os filhos, foram residir para a casa da Granja, pertencente à família de Sophia de Mello Breyner. Inicialmente como esta casa costumava ser arrendada pela família de Sophia, Emília de Castro, arrendou-a, vindo a compra-la uns anos depois. Portanto, é aqui nesta casa que ela cria os seus filhos, e é onde, José Maria Eça de Queirós, um dos seus filhos, permanece após a sua morte, tendo criado aqui os seus filhos e netos, e tendo aqui também falecido.

Podemos então seguramente afirmar que a sua grande linha de descendência parte do seu filho, com o mesmo nome, José Maria Eça de Queirós, que teve também ele, atente-se à curiosidade, quatro filhos, neste caso, ao inverso, um menino, e três meninas, respetivamente de seus nomes, Manuel Eça de Queirós, Maria das Dores Eça de Queirós, Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós e Emília Maria de Castro Eça de Queirós. Esta ultima, Emília, teve ao que consta nove filhos, sendo que um deles, Afonso Maria Eça de Queirós Cabral, é quem atualmente preside à Fundação acima citada, depois da morte da primeira presidente, referida atrás, Maria da Graça Salema de Castro.

Manuel Eça de Queirós por sua vez teve seis filhos, Maria das Dores Eça de Queirós teve três filhos, e Matilde Maria de Castro de Eça de Queirós, dois filhos. Somados, contabilizamos vinte, os bisnetos do famoso escritor. Seria interessante avançar um pouco mais nos ramos genealógicos e aflorar quem são ou pelo menos, quantos são os trinetos e tetranetos de Eça, por conseguinte fica aqui o desafio, pois é certo que porventura alguns destes descendentes não se conhecem, e nunca terão trocado qualquer impressão sobre o seu ascendente, para uns, bisavô, para outros trisavô, e ainda para outros, tetravô.

Pesquisar mais textos:

Liliana Félix Leite

Título:Os descendentes de Eça

Autor:Liliana Félix Leite(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios