Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Beleza > Poder de Fogo

Poder de Fogo

Categoria: Beleza
Visitas: 2
Comentários: 1
Poder de Fogo

Passei vários anos sem saber como tratar as paixões infantis que provocava nos meninos e a inveja que provocava nas meninas. Isso na adolescência.

As cartas que recebia eram motivo de discórdia já que as meninas (minhas amigas)acusavam-me de dar falsas esperanças. Nunca tive vontade de romper nenhuma amizade masculina, pelo contrário ficava envaidecida quando recebia cartas apaixonadas.

Confesso que sempre chamei atenção pelo meu físico, e para compensar terminava me esforçando para ser uma aluna exemplar. Queria provar assim a minha inteligência.

Estava sempre cercada pelos meus amigos, devido a facilidade que eu tinha para fazer amigos. Por outro lado, já não tinha a mesma sorte com as mulheres. Havia algo que afastava as mulheres de mim e aproximava os homens. Anos mais tarde, descobri que eu era portadora de capital erótico. Da mesma forma que existem outras pessoas que são portadoras de capital humano, social ou financeiro.

Capital erótico é simplesmente o conjunto de bons atributos físicos aliados a um bom carisma. Porém,ainda existe muitas pessoas que afirmam que aparência não altera em nada a vida de uma pessoa. Sendo que é algo ultravalorizado.

O melhor a se fazer é assumir simplesmente e tentar lucrar com isso. Sendo que esse "patrimônio" individual é formado por fatores sociais e físicos.Entre os físicos encontra-se uma beleza rara,sensualidade e visual.Já os sociais são formados por carisma e vivacidade basicamente.

É necessário falar que esses ingredientes do capital erótico são valorados de forma bem particular em culturas diferentes, e em situações variadas. O inegável é que uma pessoa que tem o capital erótico aliado a um ou dois dos demais capitais tomar a dianteira.

Os que são portadores de outros capitais como a inteligência anormal tem por hábito tratar o capital erótico como um bem “pequeno", pois afinal vem de berço e parece sempre ligada à futilidade e falta de trabalho. Porém o conceito de Capital Erótico esclareceu (ainda que se contrarie as idéias de alguns) que mesmo a beleza física requer um esforço, esforço e aperfeiçoamento diários.

O lado bom é que todo tipo de capital pode ser adquirido inclusive o erótico.Vamos adquirir? Não custa nada arriscar,além de que pode ser um ótimo exercício.


Gabriela Torres

Título: Poder de Fogo

Autor: Gabriela Torres (todos os textos)

Visitas: 2

607 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 1 )    recentes

  • Luene ZarcoLuene

    10-09-2014 às 11:58:27

    Gostei muito deste artigo " Poder de fogo". Também tenho esse atributo, e as meninas nunca entendiam isso. Os homens são atraídos por uma beleza física, mas também pelo sorriso da mulher. Que usemos a nosso favor!

    ¬ Responder

Comentários - Poder de Fogo

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

A arte de trabalhar a madeira

Ler próximo texto...

Tema: Serviços Construção
A arte de trabalhar a madeira\"Rua
A carpintaria constitui, digamos assim, a arte de trabalhar a madeira. É claro que, de acordo com o produto final, se percebe bem que uns carpinteiros são mais artistas do que outros…

Às vezes nem se trata tanto dos pormenores, mas mesmo de desvirtuar o que era a ideia inicial e constava da encomenda. Mal comparado, quase se assemelha à situação daquela aspirante a costureira que pretendia fazer uma camisola para o marido e, no fim, saíram umas calças!

Na construção civil, a madeira é utilizada para diversos fins, temporários ou definitivos. Na forma vitalícia (esperam os clientes!) incluem-se estruturas de cobertura, esquadrias (portas e janelas), forros, pisos e edifícios pré-fabricados.

Quase todos os tipos de madeira podem ser empregues na fabricação de móveis, mas alguns são preferidos pela sua beleza, durabilidade e utilidade. É conveniente conhecer as características básicas de todas as madeiras, como a solidez, a textura e a côr.

Ser capaz de identificar o género de madeira usado na mobília lá de casa pode ajudar a determinar o seu real valor. Imagine-se a possibilidade de uma cómoda velha, que estava prestes a engrossar o entulho para a recolha de lixo, ter sido feita com o que hoje se considera uma madeira rara.

É praticamente equivalente a um bilhete premiado do Euromilhões, dado que se possui uma autêntica relíquia! Nestes casos, a carpintaria entra na área do restauro e da recuperação. Afinal, nem tudo o que é velho se deita fora…

Por outro lado, as madeiras com textura mais fraca são frequentemente manchadas para ganhar personalidade. Aqui há que remover completamente o acabamento para se confirmar a verdadeira natureza da madeira.

É assim também com muita gente: tirando a capa, mostram-se autenticamente. Mas destes, nem um artificie com “bicho-carpinteiro” consegue fazer nada…!

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:A arte de trabalhar a madeira

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    23-09-2014 às 13:23:35

    Uma excelente técnica que penso ser muito bonito e sofisticado. A arte de trabalhar madeira está sempre em desenvolvimento e crescimento.

    ¬ Responder
  • Rua DireitaRua Direita

    01-06-2014 às 05:18:46

    É ótimo o trabalho com a madeira. Pode-se perceber grandes obras que se faz com ela. Realmente, é uma verdadeira arte!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios