Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Arte > Período Geométrico e Período Arcaico

Período Geométrico e Período Arcaico

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Arte
Visitas: 28
Período Geométrico e Período Arcaico

O período geométrico introduz a arte micénica. As suas cidades, com muralhas enormes, maciçamente fortificados, plantas defensivas, sugerem uma cultura preocupada com a defesa. Os artistas estavam abertos às influências vindas de todo o Mediterrâneo. Elementos minoicos, egípcios e mesopotâmicos contribuíram para a formação da arte micénica. A máscara funerária, dita de Agamémnon, datada de 1580-1500 a.C., é uma máscara que poderá representar um rei micénico. Mostra alguma importância, pois a qualidade dos materiais são ótimas. A porta das leoas, datada de 1250 a.C., formava a entrada principal na cidade de Micenas. Foi construída quando as muralhas da cidade foram aumentadas para melhorar as suas defesas. As leoas funcionam como guardiãs, e os eus corpos tensos e musculados, desenho simétrico, influências do Oriente. Os thalos são túmulos de forma circular.

No período arcaico destacam-se as colunas. As descrições do estilo jónico e dórico pelo arquiteto Vitrúvio durante o período romano têm sido essências para o entendimento grego. O estilo dórico é o mais austero. Identifica-se com o homem, despojado de enfeites. Assenta sobre o estereóbato e estrilóbato. O fuste é marcado por sulcos verticais superficiais – caneluras. O capitel com equino bojudo, em forma de almofada e ábaco. O entablamento, que inclui todos os elementos horizontais apoiados sobre as colunas, subdivide-se em arquitrave – uma fileira de blocos de pedra diretamente apoiados pelas colunas. O friso é formado por tríglifos co três sulcos alternando com métopas lisas ou esculpidas. A cimalha pode ter uma goteira ou lacrimal. O estilo jónico identifica-se com a mulher, com enfeites. Assenta sobre Euthynteria. Os fustes são mais esbeltos e menos afunilados. O capitel é com voluta sob ábaco, parecendo uma palmeira. O friso sobre a arquitrave é contínuo, sem tríglifos e métopas. O estilo coríntio tem um capitel que se assemelha a um sino virado ao contrário.

É muito enfeitado, parecendo uma donzela. O estilo toscana é muito simples. O templo clássico divide-se em naos (câmara principal, destinado a albergar a imagem o Deus a quem o templo é consagrado), pronaos (dá acesso à naos e recebe os ofertantes), peristilo (transição do exterior para o espaço sagrado) e o altar, a leste do templo.

Daniela Vicente

Título: Período Geométrico e Período Arcaico

Autor: Daniela Vicente (todos os textos)

Visitas: 28

808 

Comentários - Período Geométrico e Período Arcaico

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Fine and Mellow

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Música
Fine and Mellow\"Rua
"O amor é como uma torneira
Que você abre e fecha
Às vezes quando você pensa que ela está aberta, querido
Ela se fechou e se foi"
(Fine and Melow by Billie Holiday)

Ao assistir a Bio de Billie Holiday, ocorreu-me a questão Bluesingers x feminismo, pois quem ouve Blues, especialmente as mais antigas, as damas dos anos 10, 20, 30, 40, 50, há de pensar que eram mulheres submissas ao machismo e maldade de seus homens. Mas, as cantoras de Blues, eram mulheres extremamente independentes; embora cantassem seus problemas, elas não eram submissas a ponto de serem ultrajadas, espancadas... Eram submissas, sim, ao amor, ao bom trato... Essas mulheres, durante muito tempo, tiveram de se virar sozinhas e sempre que era necessário, ficavam sós ou mudavam de parceiros ou assumiam sua bissexualidade ou homossexualidade efetiva. Estas senhoras, muitas trabalharam como prostitutas, eram viciadas em drogas ou viviam boa parte entregues ao álcool, merecem todo nosso respeito. Além de serem precursoras do feminismo, pois romperam barreiras em tempos bem difíceis, amargavam sua solidão motivadas pelo preconceito em relação a cor de sua pele, como aconteceu a Lady Day quê, quando tocava com Artie Shaw, teve que esperar muitas vezes dentro do ônibus, enquanto uma cantora branca cantava os arranjos que haviam sido feitos especialmente para ela, Bilie Holiday. Foram humilhadas, mas, nunca servis; lutaram com garra e competência, eram mulheres de fibra e cheias de muito amor. Ouvir Billie cantar Strange Fruit, uma das primeiras canções de protestos, sem medo, apenas com dor na alma, é demais para quem tem sentimentos. O brilho nos olhos de Billie, fosse quando cantava sobre dor de amor ou sobre dor da dor, é insubstituível. Viva elas, nossas Divas do Blues, viva Billie Holiday, aquela que quando canta parte o coração da gente; linda, magnifica, incomparável, Lady Day.

O amor vai fazer você beber e cair
Vai fazer você ficar a noite toda se repetindo

O amor vai fazer você fazer coisas
Que você sabe que são erradas

Mas, se você me tratar bem, querido
Eu estarei em casa todos os dias

Mas, se você continuar a ser tão mau pra mim, querido
Eu sei que você vai acabar comigo

Pesquisar mais textos:

Sayonara Melo

Título:Fine and Mellow

Autor:Sayonara Melo(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios