Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Animais Estimação > Dicas para viajar com o seu cão

Dicas para viajar com o seu cão

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Animais Estimação
Comentários: 2
Dicas para viajar com o seu cão

As férias são um tempo de relaxamento por excelência, geralmente ansiado por todos; todos exceto, em muitos casos, os cães, que vão para um canil, a casa de um familiar, ficam sozinhos ou são abandonados na rua.

Todavia, em muitos lares, os fiéis amigos de quatro patas fazem parte da “família” e acompanham os donos para onde quer que estes vão. Desde, é claro, que haja permissão e condições para os receber. E é isso que importa confirmar antes que tudo, não vá você instalar o seu cão num hotel onde não são permitidos animais, nem instalar-se noutro onde o acesso vedado é… aos donos! As surpresas a este nível nunca são bem-vindas.

Se a viagem se processar de carro, é do máximo interesse consultar o veterinário, a fim de se munir de algum medicamento contra o enjoo, para evitar que o aroma ambiente da viatura seja a vomitado de cão!... Paralelamente, é de evitar dar comida ao bicho nas duas horas que precedem o início da jornada. O cão deve estar preso no banco de trás, para não atrapalhar o condutor ou, no caso de ser de pequeno porte, não se enfiar debaixo dos pedais (travar no cão em vez de no travão não tem a mesma eficácia…). Em qualquer dos casos, é aconselhável que o bicho esteja visível pelo retrovisor e, mesmo preso, os vidros do automóvel não devem estar totalmente abertos, para desencorajar qualquer impulso de se atirar janela fora em andamento. Em acréscimo, há que levar o cão a fazer chichi antes de entrar para o carro e seria útil parar de duas em duas horas para esticar as pernas e as patas, respetivamente, e dar resposta a outras necessidades de carácter fisiológico.

Se, por outro lado, a viagem for de avião, é necessário antecipar a reserva do animal, pois as vagas costumam ser limitadas. Um atestado de saúde e/ou comprovativo de vacinação (conforme os países) pode(m) ser solicitado(s). Seria bom verificar se a companhia aérea escolhida tem por norma dar sedativos aos cães para os tranquilizar e, em caso afirmativo, ensaiar com o veterinário a reação do seu animal ao produto, porque acontece que alguns bichos reagem em sentido contrário, ficando elétricos e mais acelerados. É importante que o cão, viajando em caixa de transporte, consiga ficar de pé e dar uma volta dentro dela.

Muitas pessoas, ao levar os seus cães em viagem, pensam em não transportar nada deles e comprar tudo in loco. Asneira. Tal como nós, eles precisam de objetos e cheiros familiares para se sentirem seguros num lugar estranho. Alguns brinquedos apreciados pelo cão, a cama ou manta e o osso preferido devem integrar a mala de viagem do canino. Desta forma, será mais fácil para ele familiarizar-se com o local. Ah! E é de toda a conveniência levar também a ração a que ele está habituado, para prevenir desconfortos intestinais… Boa viagem!


Maria Bijóias

Título: Dicas para viajar com o seu cão

Autor: Maria Bijóias (todos os textos)

Visitas: 0

639 

Imagem por: mikebaird

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 2 )    recentes

  • SophiaSophia

    16-06-2014 às 19:18:19

    Os cães precisam viajar com seus donos. Mesmo que seja tão difícil como a questão de deslocamento, mas é possível fazer um esforço.
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de Climatizaçãobia pires

    28-10-2009 às 13:13:43

    a-do-ro muiiito essas materias sobre nossos bichos de cada dia.estou aprendendo muito com elas obrigada.

    ¬ Responder

Comentários - Dicas para viajar com o seu cão

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Estratégia do arco-íris

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Serviços
Estratégia do arco-íris\"Rua
Pessoas comuns estão a descobrir novas estratégias que supostamente fazem dinheiro rápido. Mas, a verdade da questão é que, isso é quase impossível. Ao longo de sua jornada de negociação, vai experimentar algumas vitórias e derrotas. Então, vejamos uma das estratégias que irá produzir mais vitórias do que derrotas: a estratégia do arco-íris. Esta é uma estratégia muito poderosa que qualquer um pode utilizar, especialmente novatos lá fora. Se é novo no comércio de opções binárias e gostaria de ganhar dinheiro online, esta é a estratégia ideal para si.

A estratégia do arco-íris envolve um período de 6, 14 e 26 períodos, períodos de média móvel exponencial. Estes permitem filtrar os movimentos menores no mercado e dar-lhe uma visão clara da tendência.

O mercado está numa tendência alta quando o período de 6 EMA está no topo dos 14 períodos EMA e dos 26 períodos EMA. A tendência baixa ocorre quando as EMA cruzam-se. Agora, os 26 períodos EMA devem estar no topo da EMA de 14 períodos. Em tendências altas, os comerciantes devem concentrar-se principalmente em opções de compra.

Uma opção de compra pode ser acionada quando o preço para baixo remonta à EMA 14 e começa a mover-se para cima. Uma opção de venda pode ser acionada quando o preço refaz para cima, e os períodos EMA 14 começam a mover-se para baixo.

As vantagens desta estratégia é que muitos dos sinais são precisos e não requerem muita análise para fazer um bom negócio. Com a gestão de risco adequada, pode fazer desta a sua principal estratégia. Mas, antes de tomar essa decisão, saiba que existem algumas desvantagens. O preço às vezes pode ir além dos 14 períodos de EMA. Alguns comerciantes podem não saber como reagir a isso.

Além disso, mesmo se os mercados são tendências, ainda existe a possibilidade de dar sinais falsos, mas com a gestão de riscos aplicadas, esses sinais falsos não causam muito dano. Combinar esta estratégia com coisas como Fibonacci, linhas de tendência ou médias móveis podem ajudar a reduzir as chances de perdas.

Em geral, a estratégia do arco-íris é um grande indicador. Ele faz maravilhas nos mercados de tendências e é muito fácil de usar para os comerciantes de todos os níveis. No fim de contas, é apenas uma questão de fazer uma boa gestão de risco. É uma ótima estratégia para iniciantes começarem a usar e obterem vitórias, experiência e bastante dinheiro.

Pesquisar mais textos:

Jerónimo Diogo Magalhães

Título:Estratégia do arco-íris

Autor:Jerónimo Diogo Magalhães(todos os textos)

Imagem por: mikebaird

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios