Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > O bem que o chocolate faz!

O bem que o chocolate faz!

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 2
O bem que o chocolate faz!

Hoje em dia fala-se bastante sobre alimentação saudável. Fala-se de verduras, cereais, fruta, tudo coisas que fazem bem. Mas os nutricionistas às vezes esquecem de falar de algo que consumido com moderação pode ser um bom aliado contra certas doenças tais como: o stress e a depressão. Sim. Estou a falar do chocolate. Porque não? Lá porque existem consumidores compulsivos (como eu), que assaltam o frigorífico e o armário da cozinha (como eu), que são capazes de comer esta preciosidade ao pequeno almoço, almoço e jantar ( e atenção que eu não sou o melhor exemplo), não quer dizer que o chocolate não seja benéfico fazendo parte de uma alimentação equilibrada e saudável.

Infelizmente ainda axiste o esteriótipo de que quem ingere tal alimento vai absolutamente obter diabetes e mais uma mão cheia de doenças associadas. Isso não é verdade, pois existem pessoas que nem sequer gostam de doces. Nem sequer tocam num pedacinho de chocolate e ainda assim têm a tão temida doença. Acho que está na hora de ser resolvido esse preconceito. Claro que há pessoas mais propensas do que outras. E aconselho sempre a procurar um médico ou nutricionista se tiver dúvidas na sua alimentação. Mas acredite ou não. O chocolate faz milagres. Esse ingrediente delicioso faz-nos mudar de humor da noite para o dia. A mim trás-me sempre um bem-estar indescritivel durante todo o dia. É um estimulante natural.

E de onde apareceu este incrível alimento? Este começou a ser ingerido no tempo dos Astecas há longos séculos atrás. Para eles era uma alimento sagrado. E há até quem diga que durante a Segunda Guerra Mundial os soldados eram alimentados com chocolate para manterem a energia, quando havia falta de comida. Se com todos estes argumentos ainsa assim o leitor é contra a ingestão de chocolate, então tem bom remédio. Não coma. É por isso que existe tanta variedade de alimentos. Senão enjoavamos de comer sempre as mesmas coisas. Eu, por mim, vou continuar a derreter-me com a minha famosa mousse de chocolate que eu adoro. Quem mais é da opinião de que o chocolate devia ser considerado um alimento saudável? Sim, quem é da mesma opinião que eu?

Jovita Capitão

Título: O bem que o chocolate faz!

Autor: Jovita Capitão (todos os textos)

Visitas: 2

612 

Comentários - O bem que o chocolate faz!

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

Um sinal de compromisso

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Jóias Relógios
Um sinal de compromisso\"Rua
Exibir uma aliança de compromisso é, frequentemente, motivo de orgulho e, quando se olha para ela, vai-se rodando-a no dedo e fica-se com aquela expressão ridícula na cara.

Uma questão se coloca: qual a razão de estas alianças de compromisso serem tão fininhas: será porque os seus principais clientes, os jovens, são sujeitos de poucas posses (tendendo as mesadas a emagrecer ainda mais com a crise generalizada) ou porque esse compromisso, não obstante a paixão arrebatadora, é frágil e inseguro?

Sim, porque aqui há que fazer cálculos matemáticos: x compromissos vezes y alianças…com um orçamento limitado sobre um fundo sentimental infinito…

Depois, importa perpassar os tipos destas alianças. Há as provisórias, que duram em média quinze dias; há as voadoras, que atravessam os ares à velocidade da luz quando a coisa dá para o torto; há as que insistem em cair do dedo, sobretudo em momentos em que ter um compromisso se revela extremamente inoportuno; e depois há as residentes, que uma vez entradas não tornam a sair.

Os pombos-correios usam anilhas onde figuram códigos que os identificam. Talvez não fosse completamente descabido fazer umas inscrições deste género em algumas alianças de compromisso por aí…

Só para ajudar os mais esquecidos a recordarem a que “pombal” pertencem.

Pesquisar mais textos:

Rua Direita

Título:Um sinal de compromisso

Autor:Rua Direita(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários

  • Luene ZarcoLuene

    22-09-2014 às 05:46:10

    Um sinal de amor e lealdade perpétua! Adoro ver os vários modelos de aliança! Vale a pena escolher uma bem bonita!

    ¬ Responder

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios