Bem vindo à Rua Direita!
Eu sou a Sophia, a assistente virtual da Rua Direita.
Em que posso ser-lhe útil?

Email

Questão

a carregar
Textos | Produtos                                                    
|
Top 30 | Categorias

Email

Password


Esqueceu a sua password?
Início > Textos > Categoria > Alimentação > Á descoberta da horta

Á descoberta da horta

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Categoria: Alimentação
Visitas: 2
Comentários: 4
Á descoberta da horta

Uma das minhas “loucuras” da vida foi comprar um Monte Alentejano. Ir para, como diz a minha mãe, nenhures, algures perdida no fim do mundo.

Nesta minha aventura, descobri o enorme prazer que é poder colher na hora, os vegetais para preparar uma bela e saborosa salada.

Descobri o verdadeiro sabor dos alimentos. De tal forma que já não me apanham a comprar, por exemplo, tomates num qualquer estabelecimento. Se não tenho na horta, simplesmente não como.

Muitos dos leitores não sabem a alegria de sair da cozinha, ir ali ao lado, como quem vai ao frigorífico, e apanhar legumes, ervas aromáticas, cebolas ou alhos, batatas e outros produtos e utilizar imediatamente.

Para além do prazer de ver crescer as plantas, sabe-se o que se come e no meu caso, sei que são produtos biológicos em que, até o adubo provem das bestas que pastam logo ali ao lado.
Adoro mexer na terra, nas plantas, semear, ver rebentar, transplantar se for caso disso, regar, vigiar, chegar a certa altura e ter noção de como cresceu, como aquela sementinha se transformou, e no fim colher o “trofeu”. Poder admirar e saborear.

Todos devíamos ter hipótese de ter uma horta. É uma experiencia fantástica que aconselho vivamente a quem possa faze-la.

Quando se quer e com um pouco de imaginação, dá para ter uma horta quase em qualquer lado. Pode ser num terraço, numa varanda ou até dentro de casa. Pode-se ter uma horta mais completa ou uma muito simples. Hortas horizontais, que são as mais tradicionais ou verticais, que aproveitam mais o espaço.

Em canteiros, vasos e até com garrafas pet, tubos, calhas e muitos outros materiais. Basta deixar a imaginação fluir e se não chegar, é só dar uma volta pela net. Lá encontra-se de tudo, é só procurar.

Uma coisa vos digo, sou tripeira e com muito orgulho, nascida e criada na leal e invita cidade do Porto, mas não me peçam para voltar a viver numa cidade, vila ou até aldeia. Preciso de espaço. Já não sei viver em apartamentos. Já não sei o que fazer dentro de uma casa, fico logo stressada. A vida do campo é bem melhor, mais saudável mas também mas trabalhosa. Aqui não falta que fazer.

Experimentem fazer uma horta! Boa sorte!


Isabel Trigo

Título: Á descoberta da horta

Autor: Isabel Trigo (todos os textos)

Visitas: 2

633 

Deixe o seu comentárioDeixe o seu comentário

Comentários     ( 4 )    recentes

  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoToZe

    09-04-2015 às 16:42:36

    Bom texto.
    :)
    Folgo que a horta esteja verdinha.
    Boas sopas à moda de Vila Real...

    ¬ Responder
  • SophiaSophia

    15-06-2014 às 20:50:13

    A horta é muito boa quando bem cuidada em casa e se torna algo essencial para cultivar, inclusive, certos alimentos. Aprecio muito a horta e desejo tê-la em minha casa, com toda a certeza!
    Cumprimentos,
    Sophia

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoTiago

    29-06-2012 às 20:44:57

    Adorei seu texto, galera... Obrigado

    ¬ Responder
  • M.L.E.- Soluções de ClimatizaçãoAna

    28-06-2012 às 10:15:53

    Grande ideia que me deu...
    Estava cansada de não ter nada de interessante para fazer... Vou começar a minha horta e assim ainda pouco alguma coisa em legumes...

    ¬ Responder

Comentários - Á descoberta da horta

voltar ao texto
  • Avatar *     (clique para seleccionar)


  • Nome *

  • Email

    opcional - receberá notificações

  • Mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios


  • Notifique-me de comentários neste texto por email.

  • Notifique-me de respostas ao meu comentário por email.

O que é uma Open House?

Ler próximo texto...

Texto escrito nos termos do novo acordo ortográfico.
Tema: Imóveis Venda
O que é uma Open House?\"Rua
Este é um tema que vem pôr muito a lindo o trabalho de alguns mediadores imobiliários e do seu trabalho.

Quando temos um imóvel para vender, muitos são os métodos a utilizar e os meios que nos levam até eles para termos o nosso objetivo cumprido – A venda da Casa.
Quando entregamos o nosso imóvel para que uma mediadora o comercialize, alguns aspetos têm de ser tidos em conta, como a legalidade da empresa e quem será a pessoa responsável pela divulgação da sua casa, mas a ansia de vermos o negócio concretizado é tanta, que muitas vezes nos escapa a forma como fazem a referida divulgação e publicidade do imóvel.

Entre anúncios na internet e as conhecidas folhas nas montras dos estabelecimentos autorizados, muitas mediadoras optam por fazer uma ação que está agora muito em voga que é uma Open House. Mas afinal, o que é isto de nome estrangeiro que tanto se vê pelas ruas e em folhetos de anúncio?

Ora bem, a designação em Português é muito simples – Casa Aberta. E na realidade, uma Open House é isso mesmo. Abrir uma Casa para que todos a possam ver. NO entanto, requerem-se alguns aspetos que as mediadoras normalmente preveem, mas que é fundamental que o proprietário do imóvel também tenha consciência e conhecimento.

Por norma as imobiliárias só fazem este tipo de intervenção e ação em imóveis que têm como exclusivo, isto é, quando é uma só determinada mediadora, a autorizada a poder comercializar o imóvel.

Em segundo lugar, este tipo de ação de destaque requer à mediadora custos com tempo, recursos humanos e financeiros.
A mediadora começa por marcar um dia próprio que por norma é datado para um feriado ou fim de semana. Faz então publicidade local através de folhetos e flyres anunciando a Open House, o dia e a hora, tal como o local. Muito provavelmente serão tiradas fotografias ao seu imóvel.

Através de redes sociais também poderão ser divulgadas as ações.
No dia da Open House, o local será indicado com publicidade da sua casa e da imobiliária e começarão a aparecer visitas ao imóvel.

Sugiro que não tenha mobiliário e muito menos valores em casa. O ideal será o imóvel estar desocupado de todos e quaisquer bens, por uma questão de segurança, mas também porque as áreas parecerão maiores e isso com toda a certeza ajuda à venda.

A imobiliária será responsável pela limpeza e trato do imóvel, pelo que se ocorrerem danos, serão eles os responsáveis.
Neste tipo de ações, é normal que a concorrência das imobiliárias apareça e faça parcerias que para si só trará vantagens.

Uma Open House pode não ser uma ação de destaque em Portugal, mas por exemplo nos Estados Unidos, é o normal e mais agradável. Os clientes não se sentem pressionados como numa visita normal e os negócios concretizam-se com muito mais rapidez e naturalidade.

Pesquisar mais textos:

Carla Horta

Título:O que é uma Open House?

Autor:Carla Horta(todos os textos)

Alerta

Tipo alerta:

Mensagem

Conte-nos porque marcou o texto. Essa informação não será publicada.

Pesquisar mais textos:

Deixe o seu comentário

  • Nome *

  • email

    opcional - receberá notificações

  • mensagem *

  • Os campos com * são obrigatórios